Como se motivar em momentos difíceis?

//Como se motivar em momentos difíceis?

Como se motivar em momentos difíceis?

Pensamentos inspirativos de um homem que vai cruzar Oceano Atlântico remando

Como parte de nosso estudo, fiz uma pré-entrevista com Milan sobre a viagem dele e compartilharei com você algumas partes desta entrevista como inspiração. Você pode ler sobre a viagem dele aqui.

Quando você ouve sobre uma jornada como essa, certamente aparece em sua mente: Por que alguém gostaria de sofrer por 4 meses e arriscar sua vida? Isso é uma loucura! No entanto, Milan tem algumas razões nobres para fazer isso e uma energia que pode inspirar todos nós.

Pavla: “Por que você está fazendo essa viagem?”

Milan: Boa pergunta. Eu sempre quis fazer algo extraordinário. Primeiro, quero me desafiar pessoalmente, com muitas coisas a entrar. Quero aprender um pouco mais sobre mim. É uma coisa tão extrema, portanto, poderei me examinar ao longo da jornada. Ficarei completamente sozinho, sem nenhum contato direto com ninguém. É uma oportunidade de entrar na minha cabeça e me conhecer melhor. E segundo, eu seria o primeiro na história a realmente conseguir isso, remar de Nova York à Inglaterra, o que é uma coisa atraente a se fazer.

Pavla: “Qual é o seu objetivo?”

Milan: Meu objetivo é chegar lá. Como subproduto, quero que as pessoas me sigam e espero que possam aprender algo comigo. Espero que as pessoas possam usá-lo como uma orientação para si, porque é uma coisa única e definitivamente difícil. Eu gostaria de inspirar as pessoas e isso me faria muito feliz, se eu puder.

Além disso, gostaria de reunir todas as informações da jornada para fazer um documentário e escrever um livro com base no conhecimento que terei e em minhas anotações.

Como conseqüência da jornada, estou tentando ajudar uma fundação, “Challenged Athletes”. Essa organização ajuda atletas com deficiência, crianças e adultos, todos que desejam praticar esportes, mas são deficientes. Tomara, obtendo reputação e mais pessoas me notando, posso fazer a fundação um pouco mais visível. https://www.challengedathletes.org/

Pavla: Qual é a sua motivação? O que o empurrará durante a jornada?

FORTE VONTADE e relembrando momentos difíceis da minha vida que consegui superar

Milan: É o meu desejo de terminar. Tudo vai me motivar. Acredito que encontrarei a motivação ao longo da jornada em basicamente qualquer coisa. Por exemplo, me ajudará lembrar de alguns momentos difíceis da minha vida que eu consegui superar. Isso vai me motivar. Vou procurar coisas que me mantenham em andamento. Outra coisa é definitivamente minha força de vontade forte, eu sempre tive isso. Então é minha família e meus amigos, que estão do meu lado. Sabendo que existem pessoas que estão me seguindo e torcendo por mim me fortalece. E é o desejo de ser o primeiro a atravessar. Eu me sentirei muito privilegiado por poder fazer algo que amo. Tenho uma ótima família e pais maravilhosos, e apenas saber que eles estão lá esperando por mim me dará muita força. No entanto, não pretendo ter muita comunicação com eles.

Pavla: Como você se preparou mentalmente?

PREPARAÇÃO traz confiança

Milan: Não acho possível me preparar para algo assim. Minha preparação mental veio do planejamento da jornada. Como eu estava planejando e tornando real a jornada para mim, acho que também estava me preparando mentalmente dessa maneira. O fato de eu estar pronto do ponto de vista de material, equipamento, barco, logística e treinamento também aumenta a confiança. A preparação mental vem com a confiança de quanto você confia ou acredita em si mesmo. Se você faz bem a preparação e faz sua pesquisa, verifica todos os equipamentos que possui, a parte mental vem junto. Eu estava sempre pronto para enfrentar esse desafio, mas, a menos que soubesse que tenho tudo preparado e pronto para ir, a confiança provavelmente não estaria lá. Eu sei como minha mente funciona. Inconscientemente, eu tenho sonhado com isso e tenho me colocado lá fora em minha mente. Eu tenho imaginado um pouco como isso pode ser, eu tenho me estressado mentalmente um pouco. Não tenho ideia de como será realmente, mas acho que a expectativa é muito forte. Eu acho que isso me preparou para o começo. O que acontece depois, vou lidar com isso quando chegar.

Pavla: Como você se motivará a continuar quando for difícil?

Eu vou estar falando comigo mesmo muito duramente, amaldiçoar, dizer algo ruim. Eu tenho que continuar. Lembrar-me por que estou fazendo isso, ninguém me pediu para fazer isso, é algo que eu quero fazer, e essa é a minha principal motivação por que você está fazendo isso e por que está por aí e quanto dinheiro me levou para ser realmente lá fora. Qualquer um pode estar triste, desanimado, cansado, essas coisas acontecem. Que tipo de pensamento usar para combater isso? Eu tenho muitos bons pensamentos de luta para combater essas emoções negativas. Sempre me lembrando por que estou lá fora.

Pavla: O que você dirá a si mesmo naquele momento difícil?

Milan: Fragmentos de memória dos tempos difíceis que tive quando estava me preparando. Gritando comigo mesmo. Cale a boca e continue, é para isso que estou aqui para fazer … flashbacks de como eu estava me preparando, quanto tempo gastei em máquinas de remo, quanto eu estava suando e treinando, quanto estresse eu tinha para conseguir empréstimo para comprar este barco. Esses pensamentos não são felizes, mas vão me lembrar por que estou lá. Gastei todo esse dinheiro, é por isso que estou aqui, não há desculpa para eu não remar.

Eu sigo outras pessoas com boa experiência, realizações, alguns caras durões e realmente vou me lembrar deles. O que esse cara faria na minha situação ou o que o outro cara faria? Esse cara é o meu herói. Cale a boca e faça! É o que eles fazem. Homens durões. Não se fala muito, só preciso me lembrar de ficar de olho na meta, lembrar por que estou lá fora e continuar remando. Não há desculpas e eu tenho que parar de sentir pena de mim mesmo e me esforçar muito, é assim que vai ser.

Why would I be thinking something that is not gonna help me?

Em algum momento, posso começar a visualizar meus pais esperando por mim do outro lado ou chegando ao fim e acredito que, em algum momento, isso se tornará motivação. Agora estou tentando não me permitir pensar muito nisso. Eu não gosto desses pensamentos. Eu sinto que as pessoas podem se desviar pensando no objetivo e não seguindo a jornada sem se concentrar no que é importante. Estou me impedindo de pensar no que acontecerá quando terminar. Eu acho que pode ser contraproducente. Isso poderia me impedir de alcançar a meta, apressá-la ou imaginar algo que ainda não foi feito. Eu sempre acredito em conseguir algo primeiro e celebrar depois. É uma motivação, eu tenho que levar o barco até lá, mas o quanto eu realmente vou pensar no outro lado, eu não sei. Vou tentar não pensar muito nisso. Vou pensar sobre meus heróis e o que eles alcançaram. Eu estava olhando para Reinhold Messner, que escalou as montanhas, Arnold Schwarzenegger, fisiculturista, ator, ele me motivou de várias maneiras, tinha uma vontade forte, sempre seguiu seus sonhos, queria ser ator e não foi fácil para ele. Ele era muito esperto. Eu quero adaptar esse tipo de vontade. Essas pessoas não desistiram. Eles tiveram um sonho e continuaram. Este é o meu sonho, agora é a minha chance, não há outro momento para eu fazer isso, é isso. Estou aqui para fazer isso. Por que eu estaria fazendo outra coisa? Por que eu estaria pensando em algo que não vai me ajudar? Por que não fazer algo que me ajude a progredir? Há apenas um objetivo e isso é alcancar o outro lado. Eu tenho que fazer o que for preciso para chegar lá.

Eu quero estar lá. Eu me sinto muito privilegiado por fazer isso, remar, conseguir todo o dinheiro, comprar o barco, ganhar tempo, perder trabalho, poder fazer isso é realmente incrível. Não sei quantas pessoas gostariam de fazer a mesma coisa, ou talvez sejam tão loucas quanto eu, pensem nisso, mas não conseguem porque não têm dinheiro ou não tem os recursos. Se alguém viesse a mim e me desse o barco, você acha que meu desejo seria o mesmo que do Milan, que teve que pagar por isso sozinho, que teve que tomar um empréstimo bancário? Claro que não. Todas essas coisas são a minha motivação para ter sucesso por causa do quanto eu quero estar lá fora e do quanto eu já coloquei em risco para estar lá fora por mim mesmo e apenas para acrescentar que não tenho ninguém para me ajudar a me preparar. É a minha tentativa de preparação solo. Eu tive essa ideia malouca. Eu não inventei, mas criei sozinho. Eu fiz toda a pesquisa. Entrei em contato com pessoas. Sinto-me forte porque ninguém me entregou nada de graça e ninguém está me forçando a estar lá. Definitivamente, sou louco como as pessoas pensam, porque quero fazê-lo sem que ninguém sugira ou planeje para mim. Felizmente, eu planejei bem, espero que eu tenha feito meu dever de casa, tudo aparecerá lá. Dedos cruzados.

Pavla: Você acredita que vai se arrepender de sua decisão?

Milan: Não, não, bem, pensando bem, talvez, na verdade sim, provavelmente. Provavelmente sim, mas também saberei que a dor é apenas temporária, e o pensamento de arrependimento acabará por desaparecer porque nunca dura para sempre. Sempre lamentamos certas coisas, mas eventualmente elas desaparecem. Eu realmente acredito que o pensamento de eu querer estar lá e querer terminar e querer ser o primeiro é mais forte do que sentir pena de mim mesmo, lamentando ter feito algo assim. É claro que não ficarei feliz por estar todo encharcado e sem dormir, porque meus pés e mãos estarão cheios de bolhas e sentirei muita dor. O pensamento de arrependimento no final vai desaparecer. Eu poderia estar em casa, assistindo TV com minha namorada ou algo assim, mas … Se fosse fácil, todo mundo faria. Eu acho que faz parte disso. A resposta à pergunta é sim, lamentarei com certeza.

Pavla: Qual é a sua characterística fraca?

Milan: Eu sou uma pessoa preguiçosa. Eu costumo ser preguiçoso. Não acho que haverá fraqueza lá, serei forçado a empurrar. O que me preocupa é que eu poderia negligenciar alguma coisa.

Pavla: Qual é a sua characterística forte?

Milan: Sou muito disciplinado, sou muito racional, consigo manter a cabeça fria em situações extremas. Eu gosto de me esforçar. Eu acho que sou um introvertido. Eu gosto de tempo sozinho e me esforçando sozinho.

O que você pode aplicar em sua vida enquanto passa por momentos difíceis?

Autora: Pavla Belostikova, MSc

By |2020-05-27T22:32:47-03:00maio 26th, 2020|Categories: Uncategorized|0 Comments